Frente parlamentar debateu a qualidade de vida dos idosos

26/03/2009 17:14:00

Idosos

Crédito:

Em audiência pública realizada, em 25/3, pela Frente Parlamentar Pró-Envelhecimento Saudável, na Assembleia Legislativa, o professor de educação física do Sesc de Santos, Pedro Antônio, falou sobre a utilização do tempo livre para a realização de atividades físicas, visando melhor qualidade de vida para os idosos.

Solicitada pela deputada Maria Lúcia Prandi (PT), a audiência contou com a participação do Coral do Sesc de Santos, que abriu o evento com as canções Como uma onda no mar e Andança. Após apresentação do coral, a deputada falou sobre a saúde na terceira idade, dizendo que a vida sedentária é um grande mal para todas as faixas etárias, especialmente a partir do envelhecimento. De acordo com Maria Lúcia, a prática regular de exercícios físicos nos dá a possibilidade de aproveitarmos a vida em sua plenitude, reduzindo em 25% a incidência de acidentes vasculares, além de reduzir de 30% para 10% o número de indivíduos incapazes de cuidar de si mesmos. “Se a gente não pratica exercícios, logo vem a dificuldade de amarrar o sapato”, afirmou a parlamentar. “A gente precisa se mexer”, completou.

O palestrante Pedro Antônio apresentou outros dados, dizendo que, em 1950, havia 204 milhões de idosos no mundo; em 1993, o número passou para 579 milhões e a previsão é de que, até 2050, os idosos representem a quinta parte do planeta, somando 1,9 bilhão de indivíduos.

De acordo com o professor, o segredo para um envelhecimento saudável está na ocupação do tempo livre com atividades prazerosas, fazendo algo que se gosta, nunca se esquecendo de sorrir. “O riso ajuda na atividade física. Rir é bom, chorar de rir é melhor ainda”, disse Pedro Antônio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.