Gestão temerária: CPI da Eletropaulo vai ouvir Carlos Lessa e membros do BNDES

09/02/2007 11:50:00

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga possíveis irregularidades em empréstimo feito pelo BNDES ao grupo americano AES para a aquisição da Eletropaulo Metropolitana aprovou nesta quinta-feira, 8/2,
a convocação de Carlos Lessa, ex-presidente do banco, Roberto Timóteo da Costa, ex-diretor financeiro, e Wilson Marques de Almeida, vice-presidente
do Sindicato dos Trabalhadores Energéticos do Estado de São Paulo (Sinergia/CUT).

Segundo o autor do pedido de convocação e presidente da CPI, Antonio Mentor (PT), a convocação de Lessa e do ex-diretor financeiro justifica-se pela necessidade de ouvir os dirigentes do BNDES à época da renegociação do empréstimo. Já o sindicato que representa os trabalhadores da Eletropaulo acompanhou todo o processo de privatização da empresa e esteve preocupado em garantir os direitos dos trabalhadores.

Antonio Mentor (PT) comunicou que o deputado Roberto Felício (PT) passa a compor a comissão como membro efetivo. Anunciou também que os trabalhos da CPI terão prosseguimento na próxima semana, com reuniões na terça, quarta e quinta-feira, para que se possam produzir os resultados da investigação até 14/3, término da atual legislatura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.