Gestores públicos assinarão compromisso para zerar o analfabetismo em São Paulo

25/03/2009 17:00:00

Audiência pública

Crédito:

 

 

Em um encontro, intitulado São Paulo Analfabetismo Zero, a Comissão de Educação da Assembleia Legislativa realiza nesta quinta-feira (26/3),às 15h, uma audiência pública com prefeitos e secretários municipais de educação de todo o Estado de São Paulo. Estes gestores assinarão um compromisso para reduzir o número de pessoas com mais de 15 anos que não sabem ler e escrever em suas cidades.

Atualmente, São Paulo concentra 1,4 milhão analfabetos e só fica atrás da Bahia. O número representa 10% de toda população do país que se encontra nessa situação.

O evento é uma iniciativa do deputado estadual Simão Pedro, presidente da Comissão de Educação da Assembleia, que aprovou, por unanimidade, a proposta de assumir o

compromisso para zerar o analfabetismo em São Paulo. “Queremos transformar a luta pela alfabetização de jovens e adultos em uma política pública”, afirmou o parlamentar.

Apenas na Região Metropolitana de São Paulo, 8,1% da população acima dos 15 anos ainda sofre com o analfabetismo. Dos 39 municípios, oito ainda têm taxas de

analfabetismo que ultrapassam os 10%. Os números são altos, principalmente para uma das regiões mais desenvolvidas do país. Em números absolutos, são mais de 733 mil pessoas que não sabem ler e escrever.

O encontro contará, ainda, com a participação de especialistas, entidades de classe e educadores, os organizadores esperam sensibilizar os municípios para esta causa. Segundo a representante do MEC em São Paulo, Iara Bernardi, apenas 64 dos 645 municípios do estado aderiram ao programa de alfabetização de adultos do governo federal, o Brasil Alfabetizado.

Compromisso São Paulo Analfabetismo Zero

Local: Assembleia Legislativa (av. Pedro Álvares Cabral, 201 – Ibirapuera – Auditório Franco Montoro)

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.