Governo Alckmin vai aumentar conta da água em meio à crise

28/11/2014

Falta da água

Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) autoriza reajuste da tarifa para 6,49% a partir de 27 de dezembro

Mais uma vez o cidadão vai pagar pela falta d’água em São Paulo. Além de toda a dificuldade relatada por moradores de diversas regiões da região metropolitana, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou nesta quinta-feira (27/11), que a conta de água terá reajuste de 6,49% a partir do dia 27 de dezembro. Tal medida foi aprovada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

O reajuste vai na contramão da aposta do Governo do Estado e da Sabesp no primeiro semestre, onde as pessoas que não aumentassem a conta de água teriam um “bônus” de 30% por estimular a diminuição do consumo. Além disso, o aumento previsto pela Arsesp para o período de dezembro de 2014 seria 5,44%.

Em meio ao reajuste, uma boa notícia. Cinco dos seis principais reservatórios que abastecem a capital e a Região Metropolitana de São Paulo subiram. O maior deles, o Sistema Cantareira, responsável por atender cerca de 6,5 milhões de pessoas, contudo, voltou a cair 0,1 ponto percentual nesta quinta-feira (27/11).

fonte: site Spressosp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.