Governo do Estado atrasa duplicação da rodovia dos Tamoios

12/12/2013

Promessa não cumprida

A promessa do governador Alckmin de que a duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios seria entregue no próximo dia 16 de dezembro não vai acontecer. A obra vai atrasar pelo menos 30 dias, com nova previsão de entrega apenas em 15 de janeiro 2014.

Com o novo cronograma, os trabalhos na Nova Tamoios serão interrompidos em 19 de dezembro, para não afetar o movimento na estrada no final de ano. A previsão é que a Tamoios receba cerca de 30 mil veículos por dia entre o Natal e o Ano Novo, o dobro do tráfego normal. As obras serão retomadas em 6 de janeiro.

Como funcionará

Entre os km 26 e 28, a partir de 19 de dezembro, os motoristas usarão a pista nova da Tamoios para descer no sentido Litoral Norte e a pista velha, para seguir no sentido de São José dos Campos.

O presidente da Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S.A), Laurence Casagrande Lourenço, disse que o atraso da obra foi uma opção tomada para evitar transtornos para os usuários no período de festas.

Obra ficou mais cara

Os serviços da duplicação ficarão R$ 115 milhões acima do valor licitado, de R$ 557 milhões. A duplicação do trecho de planalto da Rodovia dos Tamoios, que tem 49 quilômetros, custará R$ 672,4 milhões. O custo extra de R$ 115 milhões, segundo a Secretaria de Estado dos Transportes, foi necessário para pagar “obras extras” pedidas. As obras começaram em maio de 2012.

*com informações do site IG Paulista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.