Governo Serra é negligente e colapso no Iamspe permanece

20/02/2008 14:39:00

Desgoverno tucano

O fim da crise depende da sensibilidade do Estado que não assume suas responsabilidades e não contribui efetivamente com o Instituto.

 

 


A comissão especial parlamentar do iamspe – Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual – reuniu-se em 19/2, para buscar soluções para a crise enfrentada pelo Instituto.

 

As dificuldades do Iamspe se arrastam há anos porque o governo do estado não contribui regularmente com a entidade, que é sustentada apenas com a contribuição dos funcionários, o que não é suficiente para garantir o atendimento.

 

Segundo o deputado Adriano Diogo, presidente da Comissão de Saúde e membro desta Comissão Especial, o objetivo é conscientizar e sensibilizar o governador José Serra de que o Estado precisa contribuir com a Assistência Médica dos servidores. “É necessário criar, através de um projeto de lei do executivo, uma contribuição financeira permanente para o Iamspe, compatível com o que é arrecadado pelos funcionários. Em 2007 os funcionários contribuíram com 408 milhões, o Governo do Estado, como empregador, deveria contribuir com idêntica quantia, que corresponde a menos de meio por cento do orçamento estadual”, afirma Diogo.

 

O presidente do CRM – Conselho Regional de Medicina – Dr. Henrique Carlos Gonçalves, observou que o Governo do Estado administra a entidade, indicando o superintendente e preenchendo cargos, sem pagar as contas. “O Iamspe desonera o Sistema Único de Saúde (SUS), são cerca de três milhões de pessoas fora do sistema, utilizando a assistência ao servidor, com custo zero para o estado”, afirma Gonçalves.

 

A próxima audiência da comissão, dia 26 de fevereiro, deverá contar com a presença do Superintendente do Iamspe Dr. José Carlos Ramos de Oliveira. No dia 4 de março são esperados representantes de entidades similares ao Iamspe, que prestam assistência a servidores, em outros estados brasileiros e virão à comissão falar sobre essas experiências.

 

Os secretários de Saúde, Dr. Luiz Roberto Barradas e de Gestão Sidnei Beraldo foram convidados e em breve deverão participar de audiência da comissão.

 

A reunião de 19/2 contou, também, com a participação do Sindsaúde e da Comissão Consultiva Mista que representa os servidores usuários do Iamspe.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.