Hospitais estaduais de SP recebem mais de 5 mil reclamações

02/03/2015

Abandono

Hospitais estaduais de SP recebem mais de 5 mil reclamações

Com base na lei de acesso à informação o Jornal Diário de S. Paulo publicou matéria, nesta segunda- feira sobre a caótica situação de hospitais estaduais da capital paulista, alvo de mais de 5 mil queixas no primeiro semestre do ano passado.

Os dados coletados de janeiro à maio de 2014, apontam que as unidades de saúde do estaduais da capital receberam 5.038 reclamações. O Hospital Geral de Taipas, na Zona Norte, lidera o ranking negativo;- 963 pacientes saíram descontentes. A segunda posição é ocupada pelo Hospital Infantil Cândido Fontoura, com 544 queixas, seguido pelo Conjunto Hospitalar do Mandaqui, com 494.

No recordista de reclamações o Hospital Geral de Taipas, um dos problemas de destaque era a espera de mais de sete horas para conseguir passar pelo médico, macas no corredor da enfermaria e a falta de ar- condicionado que causou desmaio de uma paciente por causa do calor. Mas o cenário persiste como constatou a visita realizada pela reportagem que encontrou pronto socorro sem médico, doentes dispensados sem qualquer atendimento e classificação de risco,além de denúncias de erro médico, segundo parentes no Hospital Infantil Cândido .

Na visão de Francisco Mazon, pneumologista do Hospital das Clínicas os hospitais que mais tiveram reclamações ficam na periferia, e isso ocorre porque as condições que as unidades oferecem para o exercício da medicina não são as mais adequadas, como a falta de equipamentos para a realização de exames. A falta de médico nos locais mais afastados do centro também é apontada pelo especialista, que citou a falta de segurança para os profissionais atuarem.(rm)

com base em informações do Jornal O Diário de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.