Índices de violência em São Paulo mostram a crescente ação de extermínio da Rota

06/07/2012

PM violenta

Crédito:

O quadro com os índices de violência em São Paulo mostra a crescente ação de extermínio da Rota em São Paulo.

O comandante da Rota, tenente coronel Salvador Modesto Madia, figura como réu pela morte dos 111 detentos no Carandiru, em 1992. Ele assumiu a condução da Rota em novembro do ano passado e declarou recentemente à imprensa “que não se importa com os números de mortes, mas, sim, com a legalidade dessas mortes”.

Nos cinco primeiros meses de 2011 foram 31 mortes. Em igual período deste ano, 45. Maio deste ano foi o mês em que a Rota mais matou em São Paulo; foram 17 mortos.

PMs em serviços burocráticos
Segundo relatório do Tribunal de Contas do Estado, que analisou as contas do governo em 2011, cerca de 3 mil homens da Polícia Militar deixaram as ruas para prestarem serviços administrativos.

Embora o comandante geral da PM, Roberval Franca, qualifique como superficial a análise do TCE, ele informou à reportagem do jornal Folha de S.Paulo que apresentou ao governador Geraldo Alckmin um plano que prevê a transferência de 7 mil policiais do setor administrativo para as rua ainda este ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.