Irregularidades na distribuição de remédios será debatida em audiência pública

06/08/2008 18:30:00

Remédios

 

 

A Comissão de Saúde e Higiene, presidida pelo deputado Adriano Diogo, em reunião (5/8) aprovou a realização de uma audiência pública para debater irregularidades apontadas no sistema de distribuição de remédios pelo governo do Estado.

O deputado Marcos Martins solicitou a audiência  para que sejam apuradas as denúncias de irregularidades apontadas por relatório produzido pela Controladoria Geral da União.

Com a finalidade de fiscalizar a aplicação de recursos públicos federais na área de saúde sob responsabilidade do governo paulista, a Controladoria Geral da União relatou uma série de irregularidades, entre elas: preços de aquisição de remédios superiores aos pesquisados, divergência na apuração do estoque de medicamentos, falta de medicamentos nas unidades e condições inadequadas de armazenagem.

Para a audiência, ainda sem data, deverão ser convidados representantes da Secretaria Estadual de Saúde e do governo federal, além de estudiosos do assunto e representantes da sociedade civil em geral.

Hospital tem que esclarecer ocorrências na maternidade

Na mesma reunião, a Comissão de Saúde aprovou o requerimento do deputado Adriano Diogo que solicita o comparecimento do diretor do Hospital da Vila Alpina – Organização Social Seconci, Nelson Frenk, para falar sobre as atuais condições daquele hospital e esclarecer as recentes ocorrências na maternidade.

Segundo Diogo, Nelson Frenk não tem registro no Conselho Regional de Medicina por, conforme suas explicações, não tem conseguido traduzir diploma de curso feito no exterior quando era exilado político. “Não estou agindo de forma partidária. A situação do hospital atingiu tal gravidade que a sociedade está assustada”, enfatizou o deputado petista.

O diretor do hospital foi convidado para comparecer à Comissão de Sáude no dia 19 de agosto, mas ainda não respondeu o convite.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.