LDO 2006: Base governista consegue manter veto aos recursos para a Educação

28/09/2005 21:50:00

Em mais um dia em que a Assembléia Legislativa se viu cercada por forte aparato policial para conter manifestações de estudantes, professores e funcionários das universidades públicas paulistas, o Plenário manteve, em 28/09, graças à base tucana, o veto do governador Geraldo Alckmin ao aumento de repasses à Educação, constante na LDO 2006 – Lei de Diretrizes Orçamentárias. As emendas vetadas garantiriam aumento de 30 para 31% nos recursos gerais orçamentários da Educação e de 9,57 para 10% no orçamento das universidades USP, Unesp e Unicamp. Em 29/09, o Projeto da Lei Orçamentária será entregue pelo governador à Casa.

Os estudantes começaram a chegar ao Parlamento no final da tarde e se depararam com as ruas, nas adjacências do Palácio Nove de Julho, tomadas por policias, cães e caminhões de água. Havia policiais reforçando a Guarda do Palácio também dentro do prédio, mas felizmente desta vez não houve nenhum confronto. Em 14/09, houve embate entre manifestantes e a Polícia Militar, com 10 prisões e vários feridos, entre os estudantes. Na ocasião, a bancada petista precisou intervir para liberar os detidos.

“O governador usou da força policial e o rolo compressor para impedir a derrubada do veto que fere a autonomia universitária e compromete a expansão com qualidade do ensino superior”, avaliou Renato Simões, líder do PT na Assembléia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.