Líder do PT defende autonomia do Judiciário

19/03/2015

No plenário

Na última terça-feira (17/3), a Bancada do PT declarou voto contrário ao Projeto de Lei 565/2009, do Tribunal de Justiça, que trata da cobrança de serviços de natureza forense.

O líder da Bancada do PT, deputado Geraldo Cruz, afirmou que esse voto vai além da contrariedade face à nova taxa que se cria para a população que busca Justiça. “Aguardam votação na Assembleia projetos de lei relativos ao Poder Judiciário Estadual de muito maior relevância e importância estrutural do que esse”, declarou Geraldo.

O deputado explicou que são projetos que buscam garantir maior autonomia do Poder Judiciário e tratam de sua estrutura administrativa, da organização de seus serviços, da carreira de seus servidores.

“São Paulo precisa com urgência de um Judiciário dinâmico, forte e eficaz, e cabe a esta Casa de Leis saber priorizar em suas votações as matérias que vão ao encontro desta aspiração de todos os paulistas”, defendeu o líder petista. (FF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.