Mais de 60 mil adesões na campanha pelo Hospital Estadual

29/05/2008 15:39:00

ABC

Passam de 60 mil as adesões ao abaixo – assinado que pede a construção de  um hospital estadual na  micorregião de Mauá, Ribeirão e Rio Grande da Serra, onde vivem quase 700 mil moradores, sendo que 80% deles dependem da saúde pública. A iniciativa da campanha é do 1º secretário da Assembléia Legislativa, deputado Donisete Braga (PT), em parceria com o Movimento Acesso à Saúde, Acesso à Vida, coordenado por Miguel Lajarin, morador de Mauá e militante dos mais atuantes na área de saúde.

Iniciada em 12 de abril passado, a primeira fase da campanha foi feita em postos fixos de recolhimento de assinaturas nos três municípios da microrregião. Atualmente o recolhimento de assinaturas é feita de casa em casa.

“Mais de 95 por cento dos moradores que visitamos aderem na hora a luta pelo hospital estadual. A população apóia a campanha porque sabe que há uma demanda reprimida de leitos hospitalares”, diz Miguel Lajarin. De acordo com ele, de junho a agosto de 2007 aproximadamente 600 doentes graves não conseguiram vagas nas UTIs dos dois hospitais estaduais da região – o Mário Covas, em Santo André, e o Serraria, em Diadema. “Não sei o que aconteceu com essas pessoas”, acrescenta Lajarin, que disponibilizou o telefone nº (11) 3421-5998 para esclarecimentos sobre a campanha.

100 mil assinaturas

O deputado Donisete Braga esclarece que a meta é recolher 100 mil assinaturas até o final de junho. “Quando atingirmos esse número levaremos o abaixo assinado ao governador José Serra e ao secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata” , explica o deputado. Ele defende a construção de um hospital com 200 leitos para atendimentos de média e alta complexidades. A luta já ganhou a adesão de vereadores das câmaras municipais de Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, entre outras cidades do Grande ABC.

O 1º secretário atua desde 2001 em prol da construção do hospital estadual. Recentemente apresentou Indicação ao governo do Estado e emenda de R$ 20 milhões à

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.