Mapa da Ciência do Estado de São Paulo

27/09/2017

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

O deputado Carlos Neder participou de reunião da Comissão de Tecnologia, Inovação e Informação, na qual foi apresentada Mapa da Ciência do Estado de São Paulo. Documento foi elaborado pela Academia de Ciências do Estado e mostra número de pesquisadores, dentre outros, por Mesorregião.

Nesta quarta-feira (27), a Comissão de Tecnologia, Inovação e Informação da Assembleia recebeu o diretor-presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP), Marcos Buckeridge. O deputado do PT Carlos Neder, membro da comissão, participou da agenda.

Fundada em 1974, a ACIESP tem o papel de contribuir com o desenvolvimento de ciências básicas e aplicadas. Buckeridge apresentou aos presentes um Mapa da Ciência do Estado de São Paulo, que mostra que 76% da Ciência do Estado está concentrada na Região Metropolitana de São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e Araraquara. São Paulo produziu 60% da Ciência na primeira secada do século XXI no país.

E lançou as questões:

Como distribuir a Ciência no Estado de São Paulo? Será que saída é colocar universidades em regiões menos favorecidas?

Além de apresentar os dados do mapa, o diretor da ACIESP mencionou alguns entraves para desenvolvimento que a ACIESP tem há 40 anos, como falta de verbas apara projetos cooperativos de inovação; técnicos para liberar pesquisadores para tarefas administrativas; visão que muito têm sobre pesquisas, considerando-as “diletantismo ornamental”.

MAPA DA CIÊNCIA EM SÃO PAULO
O mapa observa competências Científicas e Tecnológicas do Estado de São Paulo. Foram examinados número de cientistas e evolução da qualidade da ciência nas diversas regiões e áreas científicas, em análise feita por mesorregiões.
É possível analisar quantidade de pesquisadores do Estado, dentre outros dados, de das áreas de Ciência Biológicas, Ciências Agrárias, Ciências da Saúde, Ciências Sociais Aplicadas, Engenharias, Linguísticas, Letras e Artes.

A título de exemplo, colocamos aqui dados da área de CIÊNCIAS AGRÁRIAS, em forma de ranking.

Ciências agrárias

*Mais pesquisadores*
Campinas conta com 1121 pesquisadores; ou 22,01% dos pesquisadores do Estado;
Região Metropolitana de São Paulo conta com 987; ou 19,38% dos pesquisadores do Estado;
Piracicaba conta com 781 pesquisadores; ou 15,33% dos pesquisadores do Estado;

*Menos pesquisadores*
Itapetininga conta com 26 pesquisadores; ou 0,51% dos pesquisadores do Estado;
Litoral Sul Paulista conta com 29; ou 0,57%, dos pesquisadores do Estado;
Assis conta com 32; ou 0,63% dos pesquisadores do Estado;

O documento completo pode ser acessado no link: http://www.acadciencias.org.br/down/Mapa-da-Ci%C3%AAnica-em-SP.pdf

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.