Médicos residentes: Governo descumpre promessa de reajuste de bolsa

23/11/2016

Governo Descumpre

Crédito: Luiz Henrique Dias

Apenas médicos residentes de SP não tiveram reajustes em suas bolsas. Eles reivindicam.

Médicos residentes reivindicam ajuste de 10% em suas bolsas-residência. Ajuste em nível nacional foi prometido pelo Governo e só não foi cumprido em São Paulo.

Em protesto na Alesp iniciado na tarde de hoje (23), cerca de 300 médicos residentes pediram que o Governo Alckmin cumpra o acordo de reajustar em cerca de 10% as bolsas de residência. Os profissionais alegam que estão sem reajustes desde 2009 e cumprem uma jornada de 60 horas semanais no atendimento à população. “Não vai ter calote!”, foi a frase de ordem do grupo.

Júlia Galiano, residente de Clínica médica do Hospital do Servidor Público do Estado, afirmou que em março deste ano foi autorizado aumento das bolsas dos estudantes do Brasil inteiro, mas em São Paulo não houve repasse, foi o único estado que não fez o reajuste.

“Em alguns serviços a gente tem bolsas de origem federal, que foram reajustadas em 11,9%. A gente tem aqui representantes de diversos hospitais do estado de São Paulo, de Campinas, da fundação do ABC, do Dante Pazzanese….todos médicos formados, residentes, que recebem bolsa estadual”, explicou a residente.

Ela ainda frisou que mesmo depois de oito meses de contato com membros da secretaria de Saúde, inclusive com o secretário, as reivindicações dos residentes não foram atendidas. Os médicos se reuniram em busca de apoio junto a instituições como a Ameresp (Associação de Médicos Residentes do Estado de São Paulo), assim como apoio político e jurídico.

Luiz Henrique Dias e Marina Moura

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.