Nossa Caixa pertence ao povo de São Paulo

25/05/2008 22:53:00

Desmonte do Estado

Crédito:

A propósito da intenção do governo do Estado em “transferir” a Nossa Caixa para controle do Banco do Brasil, o que originou polêmica acerca da necessidade de leilão para que bancos privados também possam concorrer à “aquisição” deste banco público estadual, como quer a Febraban, o deputado estadual Enio Tatto (PT-SP), membro da Comissão de Finanças e Orçamento da Assembléia Legislativa de São Paulo e Líder da minoria (bancada de oposição ao governo composta por deputados do PT e do PSOL) afirma que:

1) Não é nada razoável que um Estado, ente federado da União, do porte de São Paulo, com sua pujança na agricultura, na indústria e na economia nacional como um todo fique sem uma instituição financeira pública de fomento para investir no desenvolvimento paulista.

2) Com a transferência de controle deste banco estadual para a União, ou, pior ainda, para uma instituição financeira privada, é evidente que São Paulo perderá parte substancial de sua capacidade de investimento, na medida em que deixará de ter uma instituição financeira sob seu controle. Com isso, perderá a capacidade de apoiar com ações concretas – leia-se financeira – iniciativas do povo paulista que muito contribuem para o desenvolvimento de São Paulo e do Brasil.

3) Como membro da Comissão de Finanças e Orçamento e Líder da minoria na Assembléia Legislativa, a primeira medida do deputado, nesta segunda-feira (26 de maio) será solicitar a convocação do presidente da Nossa Caixa, Sr. Milton Luiz de Melo Santos, para que preste esclarecimentos aos deputados e à população acerca da manifesta intenção do governo Serra em abrir mão do controle de um banco público estadual, já que a Nossa Caixa pertence ao povo de São Paulo

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.