Nota à Imprensa

12/09/2006 13:50:00

O assassinato do Cel. Ubiratan Guimarães é, infelizmente, mais um ato cruel da situação de violência extremada que vivemos hoje no Estado de São Paulo.

Da mesma forma que exigimos empenho e rigor na apuração e responsabilização criminal de todos os envolvidos no Massacre dos 111 presos do Carandiru, o fazemos com relação à morte do Coronel.

A elucidação deste crime, e a punição exemplar de quem quer que seja o envolvido, é uma exigência das entidades e movimentos de direitos humanos e de toda a sociedade.

Manifestamos nossa solidariedade aos familiares e amigos do Coronel Ubiratan, de quem fomos adversários no campo das idéias, exercitando nossas divergências, dentro e fora do parlamento, sempre de maneira respeitosa.

Que este crime não seja mais um a entrar na lista dos crimes impunes em nosso país!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.