Nota de repúdio aos ataques do MBL contra vereadora Juliana Cardoso

13/02/2017

SEM VIOLÊNCIA

Crédito: Revista Fórum

Deputados estaduais do PT repudiam violência de membros do MBL contra vereadora Juliana Cardoso

Nós, deputados estaduais do Partido dos Trabalhadores, exigimos rigorosa apuração e punição dos facistas que atacaram covardemente a nossa companheira vereadora da cidade de São Paulo, Juliana Cardoso.
A vereadora foi vítima de intolerantes, machistas e misóginos integrantes do MBL, apoiados pelo vereador Fernando Holiday (DEM), que tentaram agredir, intimidar e inviabilizar por dois momentos reuniões que aconteciaram em 10/02, na Câmara Municipal de São Paulo, do mandato da vereadora Juliana com representantes dos movimentos sociais e o Senador Lindbergh Farias.

Contidos pela guarda municipal, os fascistas tinham desferido agressões físicas e verbais à vereadora, que tem seu mandato voltado para apoio e defesa dos movimentos sociais de moradia, saúde, educação, mulheres e LGBT. Passaram então a atacá-la nas redes sociais com termos chulos e pejorativos.

Nós, deputados estaduais, repudiamos veementemente estas ações e cobraremos das autoridades punição exemplar aos autores dos ataques misóginos à nossa vereadora. Conhecemos a coragem e compromisso de Juliana Cardoso com as causas populares e com certeza estas atitudes covardes não irão intimidá-la.

José Zico Prado
Deputado Estadual PT
Líder da Bancada do PT da Assembleia Legislativa de São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.