Nova etapa do julgamento do Carandiru começa em 29 de julho

16/05/2013

Justiça

Vinte e oito serão julgados pela morte de 73 pessoas na Casa de Detenção, em 1992. Na primeira etapa de julgamentos, 23 policiais foram condenados a 156 anos cada. Ao todo, 111 presos foram mortos

A segunda etapa do julgamento do Carandiru será iniciada em 29 de julho, no Fórum Criminal da Barra Funda, zona oeste de São Paulo. Nessa fase, 28 policiais que aturam no terceiro pavimento do Pavilhão 9 serão julgados pela participação nas mortes de 73 pessoas.

Ao todo, 111 morreram no massacre ocorrido em 2 de outubro de 1992. Oitenta e quatro policiais que admitiram ter atirado durante a operação foram denunciados. Outras duas etapas de julgamento devem ocorrer até o final do ano.

Entre 15 e 21 de abril, 26 policiais que atuaram no segundo pavimento foram julgados e 23 foram condenados a 156 anos cada. Eles irão aguardar em liberdade até que se esgote a possibilidade de recursos. Cinco deles ainda atuam na policia militar e continuam prestando serviços normalmente.

Em 2001, o coronel Ubiratan Guimarães, responsável pela organização da operação de invasão do presídio para conter um motim dos presos, chegou a ser condenado por 632 anos de prisão. Depois, em 2006, o Tribunal de Justiça invalidou a decisão do juri popular e o absolveu de todas as acusações. Meses depois, ele foi assassinado sem nunca ter cumprido um único dia de pena.

fonte: Rede Brasil Atual

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *