Novas ligações entre os municípios é principal reivindicação da audiência em São Carlos

10/08/2009 15:38:00

Orçamento 2010

 

 

“As prioridades do governo se reflete em seu Orçamento. Desta forma, não podemos deixar de fazer críticas aos seguidos governadores tucanos que não conseguem reduzir os problemas da população. Exemplos disso são a calamidade em que se encontra a Educação e a Saúde no Estado de São Paulo”, salientou o deputado Enio Tatto na abertura da audiência pública do Orçamento de 2010, realizada no município de São Carlos, nesta segunda-feira (10/8).

No debate que contou com a participação de representantes dos poderes executivo e legislativo de vários municípios da região (Ibitinga, Araraquara, São Carlos, Itápolis, Nova Europa, Ribeirão Bonito, Porto Ferreira, Matão, Mutuca e Tabatinga), foram apresentadas reivindicações para as mais diferentes áreas, como mais verbas para as Santas Casas da região, manutenção de vicinais, construção de novas escolas estaduais e valorização do funcionalismo.

O prefeito de São Carlos, Oswaldo Batista Duarte Filho (Barba), ressaltou que sua gestão está promovendo o Orçamento Participativo no município e que o mesmo deveria ser feito pelo governo do Estado, “uma vez que a população tem o direito de decidir, junto com o governo, o que deve ser feito com o dinheiro do imposto arrecadado”, explicou o prefeito.

Oswaldo também apresentou as principais reivindicações que gostaria de ver atendida na peça orçamentária estadual para o próximo ano: construção das pontes sobre o Rio Mogi ligando São Carlos a Luiz Antonio e o distrito de Santo Eudósio até Descalvado; duplicação da rodovia até Ribeirão Preto; ampliação do aeroporto local e um suporte para recapear parte das vias públicas do município.

A representante da Apampesp, Aracy Dias Mendes, ao lado de várias companheiras professoras aposentadas e pensionistas do Estado, explicou a difícil situação em que se encontram os servidores inativos, que vem seus benefícios reduzidos ano-a-ano sem que o governo estadual estabeleça uma política de reposição salarial.

Carlos Nascimento, vereador de Araraquara, também destacou a questão da segurança pública e propôsa a implantação do OCA – Orçamento Criança, em âmbito estadual.

As próximas audiências da Comissão de Finanças e Orçamento da Assembleia acontecem em Piracicaba, nesta segunda-feira (10/8) e em Osasco, quarta-feira (12/8). Ambas nas Câmaras municipais das respectivas cidades.

A população pode participar do processo de discussão do orçamento, mesmo sem estar presente. Basta enviar sugestões para a aplicação dos recursos estaduais e propostas de emenda ao orçamento por meio do site da Assembleia: http://www.al.sp.gov.br/ .

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.