Número de assassinatos na capital aumentam 84%

23/10/2012

Insegurança pública

A capital registrou, no mês de setembro, a segunda explosão de homicídios dolosos (com intenção) em quatro meses.

O mês contabilizou 120 assassinatos, 55 casos (84,61%) a mais do que a quantidade de mortes intencionais registradas na cidade em setembro de 2011 (65).
É o que aponta levantamento feito pelo jornal Agora com base em boletins de ocorrência.

Os dados são um número aproximado das estatísticas que serão divulgadas nesta quinta-feira pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Há uma pequena diferença entre os registros porque, na contagem oficial, a pasta verifica cada boletim de ocorrência de homicídio e de tentativa de assassinato.

Com 122 assassinatos, junho já havia registrado a primeira explosão de homicídios na capital do ano; o período marcou o início dos ataques em série a PMs.

A onda seria resposta de criminosos a uma ação da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), que matou seis suspeitos na Penha (zona leste) no dia em 28 de maio.

Desde janeiro, 86 policiais militares já foram assassinados no Estado. Em setembro, ao menos quatro PMs foram mortos na capital.

Resposta

A Secretaria de Estado da Segurança Pública disse, por meio de nota, que “se abstém de comentar dados oficiosos”.

A pasta afirmou que divulga mensalmente, a cada dia 25, as estatísticas da criminalidade.

“Os dados divulgados passam por avaliação e checagem da CAP (Central de Análise e Planejamento). Portanto, são mais precisos do que os do Infocrim “.

*fonte: jornal Agora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.