Obra só pode ser retomada depois de laudo conclusivo, afirmam deputados

19/11/2009 15:53:00

VISTORIA NO RODOANEL

Crédito:

 

 

Uma comissão formada por deputados estaduais do PT, do PSOL, do PC do B e do PRB visitou nesta quinta-feira (19/11) o local onde desabaram as vigas no trecho sul do Rodoanel. Os deputados puderam constatar de perto a grandiosidade do acidente que, por muito pouco, não se transformou numa tragédia de proporções maiores.

O líder da Bancada do PT, deputado Rui Falcão, reafirmou que o cronograma de uma obra não deve ser pautado pelo calendário eleitoral. “Não podemos permitir que as obras sejam retomadas antes que saia um laudo conclusivo sobre as causas do desabamento. Reconhecemos a importância da obra, que conta, inclusive, com verbas do governo federal, mas não podemos permitir que ela apresente riscos para a população que passa por aqui”, declarou Falcão.

A Bancada do PT já protocolou uma representação junto ao Ministério Público Estadual que solicita a adoção de medidas urgentes e visa suspender a execução das obras do lote 5 do trecho sul do Rodoanel, até que sejam apuradas as causas do acidente.

A representação pede, ainda, apuração nas condutas do governador José Serra, do secretário de Transportes Mauro Arce, do diretor presidente do Dersa, Delson José Amador, e do diretor de Engenharia do Dersa, Paulo Vieira de Souza, uma vez que o governo do Estado é o responsável pela fiscalização da obra.

Deputados do PT, também, já protocolaram requerimento convocando envolvidos com o caso do Rodoanel para prestarem esclarecimentos. Segundo o deputado Rui Falcão, essas informações são fundamentais, mas o governo está dificultando o processo. “Todas as comissões pertinentes ao tema foram desmobilizadas durante a semana, exatamente, para que esses requerimentos não fossem votados”.

Manifestação anônima

Durante a visita no local do desabamento, os presentes concordaram com a inscrição deixada por um anônimo em uma das vigas caídas na rodovia: “Encurtaram a obra de 48 meses para 38 meses para eleger o Serra presidente”.

Estiveram presentes na vistoria, representando a Bancada do PT, os deputados Rui Falcão, Adriano Diogo, Antonio Mentor, Beth Sahão, Carlinhos Almeida, Enio TattoJosé Zico Prado e Marcos Martins. Também compareceram os deputados Carlos Gianazi (PSOL), Pedro Bigardi (PC do B) e Gilmaci Santos (PRB), além de secretários e vereadores dos municípios de Embu, Itapecerica da Serra e Taboão da Serra.

Leia abaixo, em anexo, a representação do PT protocolada no Ministério Público.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.