Para Mercadante, o desafio do país é qualificar seus trabalhadores

11/03/2013

Educação

“O Brasil já deu um salto na geração de emprego, agora precisa qualificar seus trabalhadores para aumentar a capacidade de produção.” Foi com esta observação que o ministro da Educação Aloizio Mercadante apresentou aos parlamentares estaduais, prefeitos, vereadores, dirigentes partidários e sindicais, as ações do governo federal adotadas nos 10 anos do governo petista.

Mercadante foi recebido num almoço nesta segunda–feira (11/3), promovido pelo Diretório Estadual do PT, presidido pelo deputado estadual Edinho Silva, em parceria com a Bancada dos deputados estaduais na Assembleia Legisaltiva, conduzida por Alencar Santana Braga.

Na oportunidade, o ministro elencou os investimentos e parcerias do Ministério da Educação com os municípios, das creches até a especialização no exterior com o programa Ciência Sem Fronteiras.

Mercadante discorreu sobre as creches que podem ser construídas por meio de parceria do município com o governo federal e alertou que as inscrições para a apresentação do projeto vão até 31/5.

O programa Mais Educação, composto por ensino integral de sete horas de duração, vai receber em seu currículo aula de música clássica. “A ideia é constituirmos orquestras de corda. O MEC vai fornecer os instrumentos e formar professores, para ministrarem as aulas”, informou o ministro.

Os avanços do Enem, que é o segundo maior exame do planeta, do Prouni, do Fies e a política de cotas – programas do governo federal voltados para viabilizar e democratizar o acesso à universidade – foram mencionados com entusiasmo pelo ministro, que destacou também que o Brasil passou a ser o terceiro país no mundo que mais exporta alimentos. “Agora precisamos desenvolver mais tecnologia para aperfeiçoar nossa produção e agregar valor aos nossos produtos,” defendeu.

Na sequência, o ministro se dirigiu à Assembleia Legislativa acompanhado pelos deputados Enio Tatto, João Paulo Rillo, José Zico Prado, Marco Aurélio, Marcos Martins, Professor Tito, Telma de Souza e o deputado federal Vicente Candido, onde participou da audiência pública “Educação no Brasil e o acesso à universidade”, com a presença de estudantes, educadores, pesquisadores, secretários da educação, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *