Para PT, tucanos deixam claro que não querem apurar nada na CPI da CDHU

24/06/2009 18:15:00

Máfia das casinhas

 

 

Os deputados, Enio Tatto e Antonio Mentor, membros do PT na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura as denúncias de fraudes em licitações para a  construção de casas pela CDHU no Estado de São Paulo, protocolaram um novo requerimento, na última reunião da Comissão em 23/6.

Os petistas querem que sejam reunidos e disponibilizados, para análise dos integrantes da CPI, a documentação entregue por Lázaro Piunti (ex-presidente da CDHU), por ocasião de seu depoimento à Comissão de Serviços e Obras na Assembleia, em 8/2/2000. O ex-presidente da CDHU apresentou, na época, uma série de denúncias de irregularidades referentes a contratos celebrados pela companhia. Este requerimento deve ser apreciado na próxima reunião da comissão.

Já os quatro outros requerimentos apresentados pelo PT, continuam sofrendo boicote da base dos deputados governistas, que por duas reuniões seguidas pediram vistas. O deputado Enio Tatto diz que os pedidos de vistas revelam estratégia dos governistas para protelar a investigação. “Eles (deputados da base governista) deixaram claro que não querem apurar nada na CPI. Vão ficar se revezando nos pedidos para que o tempo corra e nada seja investigado.”

Os pedidos de vistas foram para os requerimentos que convocam o delegado e o promotor, que cuidaram do caso em 2007 na região de Presidente Prudente; que solicitam informações à Procuradoria Geral que investiga o caso; além de dados de todos os contratos da CDHU julgados irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) desde 1995.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.