Petistas questionam secretário de Transporte sobre novos pedágios no Litoral Norte

03/09/2009 14:41:00

Mais pedágios

 

O secretário estadual de Transportes, Mauro Arce, participou da reunião Comissão de Transportes, em 2/9, e foi muito questionado pelos deputados do PT (Zico Prado, Maria Lúcia Prandi e Carlinhos Almeida) sobre os projetos de concessão e implantação de praças de pedágio em rodovias do litoral norte. A reunião também contou com a participação de prefeitos da região.

Como em sua explanação inicial o secretário não distribuiu dados e números aos deputados presentes, o deputado Zico Prado, que conduziu os trabalhos na Comissão, solicitou que a secretaria envie dados pormenorizados sobre os vários projetos em andamento, como o rodoanel, vicinais recuperadas, novos lotes de concessão de rodovias, prolongamento da Jacu-Pessego, entre outras obras relevantes à população paulista. “Fica díficil acompanhar e questionar os projetos quando o secretário apresenta apenas o que vem sendo feito, mas deixa de lado as várias obras inacabadas ou sem investimento por parte do governo estadual”, afirmou Zico.

Mauro Arce garantiu que ainda não há um projeto definido sobre o número e o local onde as praças de pedágios serão instaladas e se comprometeu a realizar audiências na região antes de definir todo o processo de duplicação e melhorias nas rodovias que levam ao litoral norte.

A deputada Maria Lúcia Prandi, que também participou da reunião,  foi dura e incisiva ao interpelar o secretário Mauro Arce. Questionou vários pontos, incluindo a ameaça de pedagiamento, o preço cobrado nas praças já existentes, a precariedade das travessias marítimas Santos-Guarujá, e a decisão do Governo do Estado de substituir o projeto de túnel sob o estuário por uma ponte entre os dois municípios.

A parlamentar petista finaliza uma representação que apresentará ao Ministério Público, com pedido de apuração dos fatos.  Prandi não se deu por satisfeita. “Vocês do PSDB estão há 14 anos no Governo, sem contar o tempo que estiveram em outros partidos, e não têm um planejamento para a Baixada Santista”, criticou, e arrematou, referindo-se às promessas não cumpridas: “Só se vive de anúncio, anúncio e anúncio de obras que nunca acontecem”. 

O deputado Carlinhos Almeida que também participou da reunião perguntou ao secretário Arce: “gostaria que o senhor assumisse o compromisso de que nós teremos a tranqüilidade de não sermos surpreendidos com o anúncio no final do ano, quando há uma natural desmobilização da sociedade. As pessoas então podem programar o Natal sem maiores preocupações e surpresas?”. “Não terá surpresas”, assegurou o secretário.

Carlinhos observou, ainda, que iniciativa desta envergadura teria que ser precedida da apresentação e debate do projeto com as comunidades e os municípios envolvidos.

* informações da Assessoria de Imprensa do deputado Zico Prado, Maria Lúcia Prandi e Carlinhos Almeida.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.