PLANTÃO PLENÁRIO – Alckmin corta R$644 milhões da CPTM, sob protesto dos deputados do PT

05/04/2017

DESUMANO

Crédito:

Alckmin corta R$644 milhões da CPTM, sob protesto dos deputados do PT

Contando com a fidelidade dos deputados aliados, o governador Geraldo Alckmin conseguiu aprovar, na noite de hoje (5), o Projeto de Lei 871/16, que tira R$ 644 milhões da CPTM e repassa para obras da Rodovia Nova Tamoios.

Os deputados do PT resistiram, seguraram e usaram todos os argumentos para impedir a votação, mas, como são minoria, o projeto foi aprovado.

Atendendo a exigência da Bancada do PT, o Secretário de Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissione esteve nesta tarde no Colégio de Líderes, ocasião em que justificou o remanejamento dos recursos da CPTM para a Tamoios alegando geração de empregos e desenvolvimento da região do Vale do Paraíba e região Litorânea.

Ainda de acordo com o secretário, no final de 2018 os 35 trens – vagões que seriam comprados com o dinheiro remanejado- estarão em funcionamento.

O líder da Bancada do PT, deputado Alencar Santana Braga, e o deputado José Zico Prado, rebateram o Secretário quanto à geração de emprego, apontando que as obras da CPTM também podem gerar empregos. Lembraram ainda que os 35 vagões deveriam ter sido entregues em julho de 2016.

No plenário os deputados José Américo, Teonilio Barba e Marcos Martins também se manifestaram contra o projeto que vai prejudicar 7 milhões de usuários do sistema Metrô/CPTM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.