Plebiscito vai receber votos também pela internet

27/08/2014

Reforma Política

Crédito:

Plebiscito da Reforma Política vai receber votos também pela internet

A votação do Plebiscito está marcada para a próxima semana

O Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político – conhecido como Plebiscito da Reforma Política – vai receber votos também pela internet, entre os dias 1º e 7 de setembro, no endereço www.plebiscitoconstituinte.org.br.

Uma ferramenta autenticadora de coleta de votos, que já está pronta, estará disponível no site desde as primeiras horas do dia 1º. Essa urna virtual só aceita votos de pessoas devidamente identificadas e não permite participação em duplicidade.

Com a votação via internet e milhares de urnas físicas que estarão espalhadas pelo Brasil, a organização da campanha espera atingir a meta de 10 milhões de votos.

A votação do Plebiscito está marcada para a próxima semana. Nestes dias, as urnas vão coletar respostas para a seguinte pergunta: “Você é a favor da convocação de uma constituinte exclusiva e soberana sobre o sistema político? ( )SIM ( )NÃO.”

População abraça a campanha

Opiniões expressadas de forma distinta, mas que levam ao mesmo cenário: o sistema político é controlado, hoje, pela elite e o poder econômico, os trabalhadores estão sub-representados e, portanto, salta aos olhos a necessidade de uma reforma imediata.

A reportagem do Portal do Mundo do Trabalho esteve esta semana no centro de São Paulo para conversar e ouvir a opinião do povo sobre a campanha. É ali, na frente do Teatro Municipal, que o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) tem montado todos os dias uma tenda para divulgar o Plebiscito Popular pela Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político.

Apesar do silêncio da mídia tradicional, o trabalho de boca a boca e a conscientização da sociedade tem sido um diferencial.

Além de um importante instrumento de pressão política, o Plebiscito é uma referência pedagógica que estimula a reflexão da sociedade.

fonte: CUT-SP

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.