Presidente da Sabesp aponta meta irreal para esgoto

26/11/2013

Faz de conta

Em reunião conjunta das comissões de Infraestrutura e de Assuntos Metropolitanos e Municipais, a diretora-presidente da Sabesp, Dilma Seli Pena, teve que se corrigir depois de afirmar que até 2014 o Estado teria 95% do esgoto tratado.

O deputado do PT Isac Reis questionou essa informação citando o exemplo de Carapicuíba, que hoje tem apenas 35% do esgoto tratado.

Dilma então afirmou que houve um erro na sua apresentação e que a Região Metropolitana de São Paulo terá, até o final de 2016, 87% do esgoto tratado e que Carapicuíba, até essa data, terá 80%.

Isac ainda lembrou que o Estado não pode colocar essa meta sem antes resolver o problema do esgoto da Cohab da cidade que é jogado na lagoa. “Um crime ambiental”, afirmou o deputado.

Isac Reis ainda falou sobre o trabalho das terceirizadas da Sabesp nos municípios, que acabam deixando para trás uma série de problemas, como buracos no asfalto. “O prefeito é obrigado a refazer o trabalho da Sabesp sem ressarcimento”, disse Isaac.

O deputado José Zico Prado questionou Dilma sobre as áreas ocupadas, principalmente na Zona Leste, que não têm água. Ela disse que realmente é um problema, mas não apresentou solução.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.