Presidente da Sabesp poderia ter indicado substituto para depor em CPI

25/09/2014

Fuga suspeita

A presidente da Sabesp Dilma Penna convocada pela CPI da Câmara Municipal de São Paulo, que investiga as ações e as possíveis omissões do poder público sobre a falta d`água no Estado de São Paulo, não compareceu a reunião, desta quarta-feira (24/9).

Os vereadores criticaram a ausência de algum representante da Sabesp que contribua com a investigação da comissão.

Em nota, a presidente da Sabesp, avisou que não estaria presente na sessão da CPI, porque passou por uma microcirurgia na traqueia no sábado (dia 20), embora a intimação para o comparecimento na CPI tenha sido feita na quarta-feira (17/9), com ampla divulgação pela imprensa.

Dilma Pena deve ser reconvocada a prestar depoimento, mas a previsão é que ela só se declare recuperada das intervenções médicas após as eleições deste ano, cujo primeiro turno se encerra em 5 de outubro, e o segundo, em 27 do mesmo mês.

Na semana passada, ao não corresponder ao convite, a executiva informou que estaria disponível apenas depois do segundo turno. Além de Dilma, também será convocado a depor o diretor de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo, Paulo Massato, para prestar esclarecimentos.

Massato já representou Dilma Pena em audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo em março deste ano, ocasião em que a presidente da Sabesp se furtou a participar do debate por motivo de saúde familiar.

Clique aqui para ouvir reportagem da Rádio Brasil Atual sobre o tema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.