Privatização dos parques estaduais ameaça comunidades tradicionais de SP

13/06/2016

Parques estaduais

O Projeto de Lei (PL) 249/2013, que autoriza a privatização de 25 parques estaduais, foi desengavetado e votado às pressas pela Assembleia Legislativa de São Paulo e aprovado sem que as comunidades diretamente afetadas pudessem se manifestar. O PL segue para sanção do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Entre os 25 parques passíveis de serem concedidos à iniciativa privada, cinco ficam na região do Vale do Ribeira. Para a coordenadora do Programa Vale do Ribeira do Instituto Socioambiental, Raquel Pasinato, a proposta supreendeu os moradores da região.

“As comunidades não foram consultadas. Obviamente, reagiram muito mal, porque foram pegas de surpresa por uma proposta de privatização, sendo que, no Vale do Ribeira por exemplo, as comunidades já são parte da região. Acabam prestando serviços, muita gente trabalha e se envolve, direta ou indiretamente, na gestão das Unidades de Conservação”, afirma Raquel, em entrevista à repórter Anelize Moreira, da Rádio Brasil Atual.

Segundo Raquel, algumas das Unidades de Conservação nem sequer contam com plano de manejo, que determina o processo de ordenamento do território, o que deixa as comunidades ainda mais vulneráveis frente à ingerência da iniciativa privada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.