Professores mobilizados contra proposta tucana

02/10/2012

Plano de carreira

Professores estão mobilizados contra mudança no plano de carreira proposta pelo governo Alckmin

A presidente do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial no Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel Noronha, a Bebel , afirmou que a categoria está em estado de alerta. Isto porque há informações de que o governo do Estado deve encaminhar à Assembleia Legislativa, após o período eleitoral, projetos de lei que mexem com a vida dos docentes, entre eles alterações no Plano de Carreira e na organização dos concursos públicos da rede estadual de ensino.

Segundo Bebel, assim que os projetos derem entrada na Assembleia, a Apeoesp vai organizar caravanas e vigílias no Legislativo para acompanhar a votação e pressionar os deputados.

A V Conferência Estadual de Educação da APEOESP, que se realiza em 28, 29 e 30 de novembro, vai definir um plano de lutas e de mobilização da categoria em torno de suas reivindicações e da defesa da escola pública.

A entidade também já aprovou um calendário de mobilizações, que prevê, entre outras, ações regionalizadas na Semana do Professor, uma caminhada em defesa da saúde em data a ser confirmada, e um dia de debate nas escolas sobre o Plano de Carreira.

Concurso

Um dos projetos de lei que o governo poderá encaminhar à Assembleia Legislativa refere-se à escola de formação. De acordo com informação da Secretaria Estadual de Educação, a escola de formação não será mais etapa do concurso, mas irá para o estágio probatório. O professor toma posse e faz a escola de formação durante o estágio probatório, em cursos presenciais.

A APEOESP já ingressou com ação coletiva para discutir na Justiça a precária e injusta situação dos professores da categoria “O”, a começar pela sua forma de contratação, por tempo determinado, com quarentena, sem plenos direitos trabalhistas e previdenciários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.