Promotores e deputados do PT firmam parceria na apuração das fraudes no Metrô e CPTM

13/09/2013

Corrupção tucana

O deputado do PT Antonio Mentor e o líder da Bancada, Luiz Claudio Marcolino, foram recebidos, nesta quinta-feira (13/09), por sete promotores do Patrimônio Público e Social que integram força tarefa do Ministério Público Estadual para investigar as denúncias de fraudes nas licitações do Metrô e da CPTM.

No encontro, os petistas disseram que estavam em busca de informações sobre os procedimentos e investigações realizadas por aquele órgão em relação às 15 representações protocoladas pela Bancada do PT na Assembleia no período de 2008 a 2012.

Recebidos pelo promotor Valter Foleto Santin, os parlamentares foram informados que há 45 processos em andamento, deste vários resultaram das representações do PT e, em muitos casos, há documentos sigilosos, alguns, inclusive, emitidos pelo Ministério Público suíço, que também tem em curso investigações sobre as multinacionais Siemens e Alstom.

Os deputados expressaram preocupação com a necessidade de dar respostas à sociedade sobre as possíveis irregularidades e aplicação de punição aos responsáveis pelos ilícitos.

Os promotores colocaram que as novas denúncias da Siemens ao CADE possibilitaram a retomada de várias investigações e, então, foi selada uma parceria entre os deputados e os promotores, em que os parlamentares se comprometeram a fornecer informações sobre as empresas, contratos e análises do Tribunal de Contas do Estado, entre outros dados.

Na avaliação dos deputados, o acordo pode dar celeridade e colaborar no cruzamento de dados e informações que podem dimensionar o rombo causado aos cofres públicos do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *