PT aprova liberação de R$ 2,72 bi para obras em São Paulo

30/06/2011 20:27:00

Crédito

 

 

A deliberação sobre o
projeto que autoriza o Estado a obter autorização para operações de crédito,
composto por um pool de recursos do BNDES, Caixa Econômica Federal e BIRD, num
total de R$ 2,72 bilhões para bancar os custos de obras viárias no
Estado, contou com o apoio da Bancada do PT na noite de
ontem, 29/6.  

Segundo  o texto da propositura de autoria do
governador Geraldo Alckmin, os recursos serão aplicados nos projetos de
prolongamento da Linha 2 do Metrô, na construção da Linha 18 – Tamanduateí,
modernização das estações da Linha 8 e no Programa de Transporte, Logística e Meio
Ambiente, que versa sobre obras ao longo do rio Tietê.    

Os deputados do PT
colocaram o reconhecimento da necessidade do Estado realizar estas obras, mas
fizeram ressalvas quanto à falta de transparência na execução dos
recursos.  

O parecer ao projeto
confeccionado pela Bancada mostra que o governo do Estado já obteve do Tesouro
Nacional autorização para operações que somam a quantia de R$ 16,23
bilhões e teve também a liberação de mais de R$ 850 milhões de repasse da
União a Fundo Perdido, com recursos do Orçamento Geral da União. “Isso mostra o
espírito republicano dos governos do presidente  Lula e agora da
presidenta Dilma,“ ressaltou o líder petista, Enio
Tatto.       

Lei Maria Lúcia Prandi

O líder da Bancada do PT, deputado Enio Tatto, destacou a lei da ex-
deputada petista Maria Lúcia Prandi que estabelece que qualquer projeto do
Executivo  sobre pedido de empréstimo externo deva vir acompanhado de
esboço do conteúdo, detalhamento do projeto, cronograma, entre outras
informações.

“São necessários mecanismos de maior transparência e controle da dívida
do Estado e dos investimentos executados com recursos provenientes desse tipo
de operação financeira”, manifestou Enio no processo de votação e cobrou do
governo a aplicação da lei, aprovada pela Assembleia Legislativa. 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.