PT denuncia diretores da Nossa Caixa por falsidade ideológioca

03/01/2006 15:50:00

Renato Simões, líder do PT na Assembléia Legislativa de São Paulo, protocolou, em 02/01, representação no Ministério Público Estadual contra a direção da Nossa Caixa, Nosso Banco, para que seja apurado crime de falsidade ideológica. Os diretores da empresa pública responderam de forma incorreta a requerimento de informação enviado em março de 2005 pelo então líder dos petistas na Assembléia, Cândido Vaccarezza, que questionava a respeito dos contratos de publicidade em 2003 e 2004, além de solicitar que fosse informado a previsão de gastos com publicidade e comunicação em 2005. A direção da Nossa Caixa informou que nos dois anos as agências contratadas são a Full Jazz Comunicação, que recebeu mais de R$ 15 milhões pelos dois anos, e a Colluci Propaganda Ltda, que foi remunerada em R$ 10 milhões pelo mesmo período. O banco informou, também, que a previsão dos gastos para 2005 em propaganda e comunicação era de R$ 30 milhões. A partir de 26/12, porém, a Folha de S. Paulo começou a veicular uma série de reportagens, na qual apresenta denúncia anônima informando que, através da publicidade da Nossa Caixa, deputados estaduais ligados ao governador Geraldo Alckmin eram favorecidos. Na matéria, são apresentados valores diferentes para publicidade, sendo as mesmas agências. Além da representação, Renato Simões pediu ao TCE – Tribunal de Contas do Estado que realize auditoria especial no banco para averiguar a questão, e protocolou pedido, na Comissão de Fiscalização e Controloe da Assembléia, da qual é vice-presidente, para que a direção da Nossa Caixa preste os devidos esclarecimentos.

Para acessar a íntegra da representação, clique no link ao abaixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *