PT quer que secretário explique ação violenta da PM contra estudantes da PUC

28/03/2016

Truculência

O líder da Bancada do PT na Assembleia Legislativa, deputado José Zico Prado, protocolou requerimento na Comissão de Segurança Pública convocando o secretário estadual da pasta, Alexandre de Moraes, e o comandante geral da Polícia Militar, Cel. Ricardo Garamboni, para prestarem esclarecimentos sobre a violência praticada por PMs contra estudantes em frente à PUC-SP.

Na noite de 21 de março, um pequeno grupo de alunos da instituição realizou um ato de apoio ao impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Estudantes a favor da democracia e contra o golpe repudiaram a ação e protestaram com projeções nos prédios vizinhos que pediam o fim da PM e a manutenção da democracia.

Testemunhas e a imprensa afirmam que policiais militares que acompanhavam as manifestações investiram contra os estudantes contrários ao impeachment, lançando bombas de efeito moral e balas de borracha. Contra o grupo de estudantes que se manifestava a favor do impeachment não houve nenhuma ação dos policiais militares.

Em nota, a PUC, por meio de sua reitoria, lamentou o episódio e enviou um ofício ao governador Geraldo Alckmin em repúdio à ação da PM.

“É imperativo que o secretário e o comandante da Polícia Militar compareçam à Comissão de Segurança Pública para esclarecer não só a razão da intervenção violenta da PM no episódio, mas também as razões que levaram a Polícia Militar a proteger um grupo de estudantes e atacar o outro”, disse o deputado José Zico Prado. (FF)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *