PT questiona Dersa sobre remoção de famílias

22/11/2012

Transportes

Em reunião da Comissão de Transportes, que aconteceu nesta quarta-feira (21/11), os deputados da Bancada do PT questionaram o presidente da Dersa, Laurence Casagrande Lourenço, sobre o andamento das desapropriações em algumas obras da companhia, como o trecho Norte do Rodoanel.

O deputado Gerson Bittencourt lembrou que em acordo intermediado pelo Dnit ficou acertado que as desapropriações só começariam quando essas pessoas, em especial as que moram em aéreas irregulares, tivesse um local para onde ir.

O deputado Simão Pedro reforçou a fala do companheiro de partido e ainda questionou o presidente da Dersa sobre o Parque Várzeas do Tietê. Laurence Casagrande afirmou que realmente há um atraso na obra, devido principalmente à dificuldade na remoção das famílias.

Os deputados petistas também levantaram questões sobre outros projetos que estão atrasados, como a tão prometida ligação seca entre Santos e Guarujá (que já foi ponte e agora é túnel), duplicação da Tamoios e o estudo para o ferroanel.

Bittencourt também cobrou integração tarifária com as balsas. Também participaram da reunião os deputados Alencar Santana Braga, José Zico Prado, Antonio Mentor, Donisete Braga e Geraldo Cruz.

Requerimentos aprovados

A Comissão aprovou ainda requerimento dos deputados José Zico Prado e Gerson Bittencourt convidando o secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e o presidente do Metrô, Peter Walker, para prestar informações sobre sua gestão e abordar o acidente ocorrido em 16/5/2012, na Linha 3 Vermelha, acidentes em obras da companhia do Metrô e o processo licitatório da extensão da Linha 5 lilás do Metrô. Essa reunião será em conjunto com a Comissão de Infraestrutura, no próximo dia 28/11.

Também foi aprovado requerimento do deputado Gerson Bittencourt convidando a diretora-geral da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte de São Paulo (Artesp) para falar sobre o sistema Ponto a Ponto. Trata-se de um programa estadual que prevê uma nova forma de cobrança de pedágio nas rodovias paulistas, feita de forma eletrônica e com base no trecho percorrido pelo usuário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.