PT vota por mais professores e quer rever estatuto

22/08/2012

Unesp

PT vota por mais professores na Unesp e quer revisão no estatuto

Os deputados do PT na Assembleia Legislativa paulista votaram favorável ao projeto de lei que cria cargos, funções autárquicas e empregos públicos na Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). O projeto foi aprovado por unanimidade nesta terça-feira (21/8).

Entretanto, os petistas destacam, em voto em separado, a necessidade de haver uma revisão no estatuto da universidade.

Para o líder da Bancada do PT, deputado Alencar Santana Braga, “a Assembleia vem aprovando, regularmente, projetos propondo a criação de cargos e funções na UNESP, desde que a referida Universidade foi criada. Ocorre que, com o decorrer do tempo, foram surgindo situações anômalas com relação aos docentes e verifica-se certo descontentamento por parte desses profissionais, manifestado através de suas entidades de classe. A não existência de um regime jurídico único tem provocado distorções. Seria mais adequado que todos os docentes fossem ocupantes de cargos públicos. Não é o que acontece”. É nesse sentido, que a Bancada petista pede uma revisão do Estatuto da UNESP, principalmente no que se refere à carreira docente.

A Unesp está atualmente distribuída em 23 municípios, inclusive na capital, sendo composta por 32 unidades universitárias, e tem formado núcleos de pesquisas, o que gera demanda de novas funções autárquicas de pesquisadores.

No cômputo geral serão criados 2.955 cargos.

Leia abaixo, em anexo, voto em separado da Bancada do PT.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.