Reportagens mostram a superlotação no metrô e na CPTM

21/08/2013

Descaso com a população

Duas reportagens do telejornal Bom Dia São Paulo, nos dias 20 e 21 de agosto, mostram a superlotação no sistema metroferroviário na Região Metropolitana de São Paulo, que expõem os usuários a situações de desconforto e constrangedoras, além dos riscos na segurança.

. Clique aqui para assistir a reportagem sobre a linha da CPTM que liga Mogi das Cruzes à capital

. Clique aqui para assistir acompanha o embarque de passageiros no metrô em Itaquera

Obras atrasadas

Panes, atrasos e lentidão fazem parte do cotidiano dos passageiros da CPTM. Isso porque obras essenciais prometidas pelos tucanos estão atrasadas há mais de dois anos, muitas delas sem previsão de retomada.

São 12 obras, com atraso médio de um ano e oito meses, destinadas a modernizar trilhos, vias aéreas e sistemas de energia, um dos problemas crônicos da rede hoje, cheia e sobrecarregada.
Elas ocorrem nas linhas 7-rubi (Luz-Francisco Morato), 8-diamante (Júlio Prestes-Itapevi), 9-esmeralda (Osasco-Grajaú), 10-turquesa (Brás-Rio Grande da Serra) e 11-coral (Luz-Guaianazes-Estudantes), esta a mais movimentada da rede.

Só na semana passada, duas falhas no fornecimento de energia atrapalharam a circulação de trens em São Paulo, nas linhas 7 e 11.

Elas se devem ao fato de a oferta de energia não ser suficiente para a demanda e por desgaste das redes aéreas que levam energia aos trens.

Panes diárias

O número de panes do Metrô de São Paulo aumentou nos últimos anos. Os casos que provocam paralisação por mais de cinco minutos saltaram de 28, em 2010, para 66, em 2012. Na CPTM, os casos mais graves caíram foram 28 em 2012.

Cartel da Corrupção Tucano

O esquema do Cartel da Corrupção Tucano, denunciado desde 2008 pela Bancada dos deputados do PT e que recentemente veio à tona, envolve no mínimo 325 contratos, firmados entre 1999 e 2013, que totalizam R$ 30 bilhões. Se for considerado que o percentual de propina pago atingiu em média 30% nos valores dos contratos, a corrupção nos governos tucanos pode ser alcançado R$ 9 bilhões.

OS R$ 9 BILHÕES EM PROPINAS DARIAM PARA CONSTRUIR 20 KM DE METRÔ OU QUATRO ANOS DE TARIFA LIVRE NO METRÔ OU NA CPTM.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *