Represa tem água para mais cinco dias

03/10/2014

Crise da água

Represa tem água para mais cinco dias

A água do volume morto de da Represa de Atibainha, em Nazaré Paulista está prestes a acabar. A Represa é responsável pelo abastecimento de 6,5 milhões de habitantes da grande São Paulo.
O volume morto de Atibainha começou a ser retirado pela Sabesp no dia 15 de agosto, quando o volume útil e a água represada acima do nível do túnel de captação e transportada por gravidade para a Região Metropolitana, zerou. Em um mês e meio, o nível da reserva profunda caiu de 79,9% para 6,4% da capacidade.

Segundo cálculos de especialistas, essa primeira cota do volume morto do Cantareira deve durar até a primeira quinzena de novembro. Para garantir o abastecimento da Grande São Paulo até março de 2015 sem decretar oficialmente o racionamento a Sabesp pretende usar uma segunda cota da reserva, de 106 milhões de litros.

Falta de água no interior

Após suspender por 12 dias o racionamento de água, a Prefeitura de Bebedouro (a 381 km de São Paulo) informou que voltará a adotar a interrupção do abastecimento nesta sexta-feira (3/10).
Todos os 77,5 mil moradores de Bebedouro vão ficar sem o fornecimento de água das 10h às 16h. Não há previsão para o fim do racionamento.
De acordo com Gilmar Feltrin, diretor do Saeeb (Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Bebedouro), a medida deve ser suspensa quando o nível dos reservatórios for retomado.

Fonte: Jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.