Representantes da Artesp indicam falha na Imigrantes

24/04/2013

Acidente na Imigrantes

A Comissão de Transportes, presidida pelo deputado Antonio Mentor, recebeu nesta quarta-feira (24/4) Marco Antonio Assalve e Theodoro de Almeida Pupo Junior, respectivamente diretor de Operações e diretor de Investimentos da Artesp.

Eles foram convidados para falar sobre o deslizamento de terra ocorrido em 22 de fevereiro desse ano na Rodovia dos Imigrantes, que vitimou uma pessoa.

No dia 27 de março, compareceu à Comissão o superintendente da Ecovias, José Carlos Cassaniga, que se limitou a dizer, mais de uma dezena de vezes, que o acidente “foi uma caso fortuito, um evento atípico”.

Segundo os representantes da Artesp, é dever da Agência verificar se a concessionária cumpre obrigações contratuais e analisar eventuais falhas e possíveis melhorias no procedimento.
Mas, apesar da morte de uma pessoa e das 31 horas para liberar a rodovia, a Artesp avalia que a Ecovias cumpriu todas as ações preventivas e o atendimento emergencial.

A Artesp apenas recomendou à Ecovias aprimorar o sistema de comunicação com o usuário, ampliar a cobertura de telefonia celular na malha viária, a abertura de retornos operacionais para situação de emergência e adoção de uma conformação das estruturas hidráulicas de forma a dividir a água que desce.

Questionado pelo deputado Antonio Mentor, Theodoro admitiu que essa seria uma falha da rodovia, mas de difícil correção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.