São Paulo fica em 1º em raking de burocracia para abertura de empresas

17/08/2010 16:03:00

Abertura de empresas

 

São Paulo é o Estado onde é mais difícil obter as informações necessárias para a abertura de empresas, segundo levantamento feito pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) mapeando a burocracia existente.

Em São Paulo, os pesquisadores precisaram fazer 102 ligações para reunir todos os dados sobre custos, taxas e procedimentos. O local mais fácil foi a Paraíba, onde foram necessários 12 telefonemas.

Para Cristiano Prado, gerente de Infraestrutura e Novos Investimentos da Firjan, falta pessoal qualificado.“Os órgãos são estruturados, as ligações são atendidas, mas as pessoas não sabem prestar as informações e transferem os interessados de um setor ao outro”, disse.

Outra questão pesquisada foi o custo da abertura de uma empresa. São Paulo é apenas o sétimo local mais em conta no país, com custo estimado em R$ 1.711. A média nacional é de R$ 2.038, mas varia até 274% entre os Estados.

Em comparações internacionais, a posição do Brasil é desfavorável em relação a outras economias emergentes. O custo de abertura de uma empresa no país é o triplo da média de Rússia, Índia e China. Em relação à América do Sul, o custo do Brasil é o dobro do da Colômbia.

*com informações da Folha de S.Paulo

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.