Secretário afirma: 7 dias de pedágio nos EUA equivalem a 7 horas em SP

13/08/2014

CPI dos Pedágios

A CPI dos Pedágios ouviu nesta quarta-feira (13/8) Clodoaldo Pelissioni, secretário de Logística e Transportes do Estado de São Paulo.

Ele reafirmou o erro nos aditivos que prorrogaram o prazo de vigência dos contratos de concessão das rodovias paulistas em 2006 e que gerou lucro indevido de cerca de R$ 2 bilhões às concessionárias. Pelissioni concorda com o estudo da Fipe de 2011 que aponta que o erro está na base de cálculo, que na época era a receita prevista, enquanto o correto seria a receita real.

O deputado Antonio Mentor questionou o tempo que o governo levou para tomar uma atitude com relação a isso. “Foram cinco anos para admitir o erro e mais três para entrar na Justiça’, disse Mentor.

Para o deputado Gerson Bittencourt, esses aditivos poderiam ser, inclusive, cancelados de forma administrativa.

Comparação

O secretário de Transportes, ao explicar o sistema de Pedágio em outros países, disse que pagou, de maneira adiantada, 29 dólares (cerca de 70 reias) para rodar por uma semana pelas estradas da Flórida, nos Estados Unidos. O deputado Antonio Mentor lembrou que com esse valor se roda por apenas sete horas nas rodovias paulistas.

Apesar de ter comparecido, a oitiva do procurador geral do Estado, Elival da Silva Ramos, será remarcada, já que a reunião da CPI dos Pedágios foi suspensa devido à notícia do falecimento de Eduardo Campos. (FF)

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.