Secretário de Alckmin admite cobrar ingresso no pico do Jaraguá

16/08/2013

Privatização dos parques

O secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas, não descarta a hipótese de que a entrada para o parque do Jaraguá passe mesmo a ser tarifada, caso seja aprovado o projeto de lei do governador Alckmin que concede à iniciativa privada três parques estaduais: Jaraguá, Cantareira, Campos de Jordão. “A cobrança de ingresso será definida no edital”, afirmou Bruno Covas.

O projeto aguarda votação na Assembleia Legislativa e se aprovado – o PSDB tem maioria na Casa -, a licitação deve estar concluída em poucos meses. É provável que as concessões comecem, nos três locais, no início de 2014.

PT é contra

A Bancada do PT tem resistido à votação desse projeto desde o primeiro semestre e tem denunciado os danos ambientais e prejuízos ao patrimônio ambiental, além dos impactos sobre a qualidade de vida dos paulistanos que será onerada para ter acesso a poucas áreas verde e de lazer na cidade de São Paulo.

Turistas prejudicados

Cerca de 10 mil turistas vão ao pico do Jaraguá nos finais de semana e que, caso aprovado o projeto governista, terão que pagar ingressos.

Os três parques, alvo da propositura, juntos recebem mais de 700 mil pessoas todos os anos.

*com informações da Folha de S. Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.