Servidores do TJ lotam Assembleia contra cortes no Orçamento de 2011

09/11/2010 18:10:00

Judiciário

 

Centenas de servidores do Judiciário realizaram manifestação hoje na Assembleia Legislativa e participaram de uma audiência pública sobre o Orçamento do Judiciário para o próximo ano. A Bancada do PT na Assembleia Legislativa apresentou 12 emendas orçamentárias para garantir investimentos no Tribunal de Justiça e também reposição salarial da categoria.

Entre as emendas dos deputados petistas, que serão avaliadas durante os debates para o Orçamento 2011, que acontecerão nas próximas semanas, há uma proposta de investimento de R$ 1,2 bilhão nos quadros de funcionários do TJ.

A deputada petista Maria Lúcia Prandi intermediou a negociação para que os representantes dos trabalhadores fossem recebidos no Colégio de Líderes da Assembleia, realizado nesta terça-feira.

A categoria realizou, em 2010, uma greve que durou 127 dias. Segundo as entidades que representam o setor, além da defasagem salarial, os cortes no Orçamento prejudicam a informatização do Judiciário, a instalação de novas varas e a contratação de novos servidores.

Segundo representantes dos servidores do Judiciário, os cortes comprometem os termos do acordo salarial da categoria, de reposição de 20,3%, firmado após a longa greve realizada este ano.

Em 2009, o Executivo cortou 41,26% da proposta orçamentária para o setor. Este ano, os investimentos propostos perderam 28,2%. Em 2011, o corte do Palácio dos Bandeirantes na proposta de investimento do Tribunal de Justiça deve ser de 53,8%, segundo o Projeto de Lei Orçamentária, que já chegou à Assembleia Legislativa.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.