Subcomissão de Direitos Humanos acompanhará caso de tortura policial em Bauru

20/12/2007 19:24:00

Tortura policial

 

 

A Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, presidida pelo deputado petista Vanderlei Siraque, aprovou em 20/12, a formação de uma subcomissão para acompanhar exclusivamente o caso da morte do adolescente Carlos Rodrigues Júnior, de 15 anos, em Bauru. O menor teria sido torturado com choque elétrico, em sua própria residência, durante uma abordagem policial no último fim de semana. Ele teve a casa revistada por suspeita de envolvimento no roubo de uma motocicleta.

A subcomissão será formada pelos deputados Fernando Capez (PSDB), Raul Marcelo (Psol) e Jonas Donizette (PSB), a Ouvidoria das Polícias do Estado, além do coordenador do Movimento Nacional de Direitos Humanos, Ariel de Castro Alves, da representante do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Humana (CONDEPE), Adriana Loche, e o advogado do Conectas Direitos Humanos, Humberto Negrão.

O deputado Vanderlei Siraque (PT), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, reiterou a necessidade de acompanhar o caso de perto. “Esse foi um fato gravíssimo e exige mobilização de todos. É nossa obrigação acompanhar o caso. Há fortes indícios de crime por parte dos policiais e os culpados não podem ficar impunes”, afirmou.

O petista José Cândido que também participou da reunião, destacou que a importância do acompanhamento passo a passo é fundamental para o esclarecimento do caso.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.