Taubaté e região reivindicam mais investimentos

10/05/2010 16:47:00

Audiência pública

Crédito:

 

 

O município de Taubaté sediou, nesta segunda-feira (10/5), a primeira audiência pública realizada pela Comissão de Finanças e Orçamento da Assembléia Legislativa com a finalidade de discutir o Orçamento do Estado para 2011.

Moradores da região, vereadores e representantes de entidades falaram sobre as necessidades dos municípios, exigindo mais investimentos por parte do Estado.

Os deputados Enio Tatto e Carlinhos Almeida representaram a Bancada do PT. Enio Tatto, autor do projeto que instituiu as audiências públicas, lembrou que o Orçamento Participativo é uma antiga bandeira do Partido dos Trabalhadores. “É assim que garantimos transparência. É muito fácil para o Estado colocar num caixa único R$140 bilhões e não mostrar para a população como vai gastar esse dinheiro”, afirmou o deputado.

Já Carlinhos Almeida, que é de São José dos Campos, falou sobre a importância de se regionalizar o Orçamento e citou seu projeto que cria a Região Metropolitana do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira. “É uma região que produz inúmeras riquezas e merece investimentos.”

O deputado também falou sobre as emendas aprovadas no ano anterior e que não foram incorporadas à peça orçamentária. “A Comissão de Finanças e Orçamento aprovou três emendas para essa região, mas infelizmente o governador não as aceitou. Mas isso não invalida o processo. Mais uma vez faremos um grande esforço para que as emendas sugeridas aqui sejam contempladas”, garantiu o deputado.

Reivindicações

As péssimas condições das rodovias estaduais que cortam a região estiveram entre as principais queixas. Muitos citaram a falta de manutenção e de melhorias da SP 66, e relataram os acidentes graves que têm ocorrido no local. A duplicação da Tamoios também foi uma das demandas apresentadas.

A saúde foi mostrada como outro ponto crítico. Foram reivindicadas melhorias no Hospital Regional e a instalação de um Pronto Socorro Regional. A vice-prefeita de Taubaté, Vera Saba, falou sobre o surto de dengue pelo qual passa a região. “Precisamos de destinação de recursos para um plano emergencial de combate à dengue”,  reivindicou a vice-prefeita petista.

A instalação de uma Casa Abrigo Regional para atendimento de mulheres vítimas de violência voltou à pauta.  “Esta é uma demanda urgente para nós, mulheres”, afirmou a vereadora Rose Gaspar, de Jacareí. A Casa Abrigo foi uma das emendas aprovadas e não incorporadas ao Orçamento de 2010.

A segurança pública também foi tema de muitas intervenções. Foram pedidos mais policias, distritos e equipamentos para deter o aumento da violência que vem ocorrendo no Vale do Paraíba. “Taubaté teve, nesse primeiro trimestre um aumento de 128% no índice de homicídio em relação ao mesmo período do ano anterior”, declarou um dos participantes.

Ao final, o deputado Enio Tatto fez um balanço positivo da audiência e sugeriu que todas sugestões levantadas nessa série de audiências sejam sistematizadas e enviadas aos candidatos ao governo do Estado. “Eles terão um verdadeiro raio X de São Paulo”, afirmou o deputado.

A próxima audiência pública do Orçamento acontecerá no dia 13 de maio, às 10h, na Câmara Municipal de Santos.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.