TERÇA-FEIRA (27/2) – Plenário da Alesp inicia discussão do reajuste dos servidores

27/02/2018

Crédito:

Reajuste dos servidores
Projeto de Alckmin que trata do reajuste dos servidores públicos estaduais (PLC 02/2018), depois de ter parecer favorável aprovado em congresso de comissões, foi pautado para votação no plenário da Assembleia nesta terça-feira, 27/2. O PLC foi discutido por uma hora. São necessárias seis horas para esgotar a discussão. O projeto do governador trata os servidores como castas ao conceder rejustes diferenciados por categorias. Professores terão aumento de 7%, policiais civis e militares 4% e os demais servidores apenas 3,5%. Emenda da bancada do PT ao PL 02/2018 defende isonomia e reajuste geral de 24%.

Combate à febre amarela
Base do governo tucano não deu quórum na Comissão de Saúde desta terça-feira, 27/2, e impediu, mais uma vez, a aprovação de requerimento dos deputados Marcos Martins e Carlos Neder para que o secretário de Saúde, David Uip, seja chamado à Assembleia para apresentar informações sobre o combate à febre amarela e os resultados do plano de vacinação para o Estado. Os parlamentares também querem esclarecimentos sobre desvio de medicamento no Hospital Emilio Ribas.
https://goo.gl/G7DMYi

Blindagem de Alckmin
A Comissão de Educação e Cultura também não obteve quórum nesta terça-feira. A deputada *Beth Sahão*, presidente da comissão, suspeita que os aliados de Alckmin faltam às reuniões para protegê-lo de polêmicas e de constrangimentos sobre assuntos de responsabilidade do Estado que estão sendo negligenciados. Já é a segunda semana consecutiva que não há quórum na comissão. Somente parlamentares de oposição têm comparecido para o trabalho, mas o número é insuficiente para realizar a reunião.
https://goo.gl/g1EY8H

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *