Violência cresce em todo Estado de SP

26/09/2012

Insegurança pública

Violência cresce no Estado: homicídios e latrocínios lideram as estatísticas

Os homicídios dolosos e os latrocínios (roubo seguido de morte) voltaram a crescer em agosto no Estado de São Paulo. Os assassinatos subiram 8,6% no mês passado em relação ao mesmo período do ano anterior, fechando com 391 homicídios dolosos no Estado, com 417 vítimas – em uma ocorrência pode haver mais de uma pessoa morta..

Nos casos de latrocínios a alta é de 71,4% na comparação com agosto de 2011 e nos janeiro a agosto chega a 7,7% em todo o Estado.

Também os índices de roubo e roubo de veículos apresentam alta nos oito primeiros meses, respectivamente, 3,3% e 15,3%. De janeiro a agosto foram roubados 58.948 veículos no Estado.

Os estupros, que passaram também a contabilizar os atentados violentos ao pudor, também merecem destaque em agosto. Alcançaram o mais alto número desde que passaram a ser contados mês a mês, em janeiro do ano passado, com 1.184 casos, mostrando que as pessoas estão mais dispostas a denunciar.

Dos 17 tipos de crime divulgados pelo governo paulista, apenas roubo (- 4,8%), homicídio culposo (- 7,1%) e roubo a banco (- 52%) tiveram redução no Estado.

Capital tem altos índices de criminalidade

A cidade de São Paulo foi uma das que tiveram maior alta na criminalidade. De todos os índices divulgados, apenas latrocínio, roubo e roubo a banco tiveram redução.

O que mais preocupou as autoridades foi o aumento dos homicídios dolosos. O número cresceu 15,2% (com 144 vítimas) em relação agosto do ano passado (95 vítimas). Nos oito primeiros meses do ano, o crescimento na capital já acumula 15,4%.

Os dados constam das estatísticas da Secretaria da Segurança divulgadas nesta terça-feira (26/9).

*com informações das Agências

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.