Violência na Baixada Santista é tema de debate com presença de deputados

13/05/2010 19:54:00

Sextaa-feira

 

Os deputados petistas Fausto Figueira, José Cândido e Maria Lúcia Prandi participam nesta sexta-feira (14/05) de uma audiência pública sobre a onda de violência na Baixada Santista.

A audiência, que será realizada na Associação Comercial de Santos, deve reunir defensores públicos e representantes da PM e da Polícia Civil e de entidades como a OAB, Fórum da Cidadania e Movimento Mães de Maio, criado por mães que perderam filhos nos ataques criminosos de maio de 2006.

Além de discutir os ataques que aterrorizaram São Paulo há 4 anos e seus muitos assassinatos ainda sem esclarecimento, a audiência vai debater a recente onda de violência na Baixada Santista, que também tem indícios da participação de facções criminosas e grupos de justiceiros.

Entre os dias 17 e 26 de abril, foram registrados 23 assassinatos em Santos, São Vicente, Praia Grande e Guarujá.

Mas não são apenas os municípios da Baixada Santista que enfrentam o pânico da violência. Nesta madrugada, ocorreu em São Bernardo a quarta chacina do ano em São Paulo. Seis pessoas morreram e três ficaram feridas em tiroteio no Jardim Industrial, elevando para 20 o número de mortos em 2010, neste tipo de crime.

O final de semana registrou ainda a execução de um sargento da PM no Jaçanã, na zona norte da capital, e um atentado contra uma base da PM localizada no Bairro dos Remédios, em Osasco. Os crimes ainda estão sendo investigados.

Na Cidade Ademar, zona sul da capital, mais um motoboy foi morto por policiais militares. É o segundo crime deste tipo, ocorrido nas últimas semanas em São Paulo.

 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.