Volume morto do sistema Cantareira começa secar

16/07/2014

O reservatório do Sistema Cantareira continua sofrendo queda consecutiva e no início desta semana chegou a 18,2% da sua capacidade, segundo a Sabesp.

De acordo com a empresa todo o volume útil do sistema foi consumido e resta agora apenas o volume morto – que é reserva técnica, que era de 18,5%. Ainda na avaliação da Sabesp o volume disponível garante o abastecimento até março do próximo ano.

Outro manancial paulista, o Sistema Alto Tietê, também registra queda – o nível dos reservatórios está em 23,6%, enquanto a capacidade era de 63,4% há um ano. Em março, a Sabesp anunciou a redução da captação do Cantareira e a complementação dele por meio de outros sistemas, incluindo o Alto Tietê.

Estudo elaborado pela Unicamp – Universidade de Campinas mostra que o volume do Cantareira pode secar totalmente em 100 dias. O Cantareira, além de abastecer 9 milhões de habitantes na grande São Paulo, atende a 5 milhões de pessoas nas bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí.

Leia mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.