EMIDIO DE SOUZA
EMIDIO DE SOUZA

Reeleito com 157.834 votos, nas eleições de 2022, Emidio de Souza é coordenador da Frente Parlamentar contra a Privatização da Sabesp e atua na defesa do direito à água e ao saneamento básico em todo o Estado. É membro das comissões de Transportes e Comunicações e de Direitos do Consumidor e do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

Natural de Inúbia Paulista, no interior de São Paulo, Emidio mudou-se com a família, aos 13 anos, para Osasco, cidade onde integrou movimentos sociais que acabariam abrindo as portas para seu ingresso na vida pública. Em 1988, foi eleito vereador e reeleito em 1992 e 1996. Foi prefeito de Osasco por duas vezes, de 2005 a 2012.

O último período na Assembleia Legislativa, de março de 2019 a março de 2023, foi marcado pela luta contra o desmonte dos serviços públicos e o trabalho em defesa da democracia e dos direitos humanos. A ascensão da direita trouxe muitos desafios. Junto com a bancada do PT, Emidio não mediu esforços para defender os direitos dos servidores e preservar o patrimônio. Foi assim na Reforma da Previdência proposta por Doria que, graças a uma ação judicial impetrada pelo de seu mandato, foi retardada por três meses. Em defesa do patrimônio de SP, Emidio lançou a Frente Parlamentar contra a Privatização da Sabesp, companhia que atende mais de 28 milhões de cidadãos que podem ser prejudicados com a sua entrega para a iniciativa privada.

Foi relator do processo que suspendeu o deputado que assediou a companheira Isa Penna e é de sua autoria a ação que cassou o deputado Arthur do Val, que agrediu mulheres ucranianas. Além disso, seu mandato foi o primeiro a se levantar contra o discurso de ódio do deputado Frederico d’Avila contra a igreja católica.

Na Comissão de Direitos Humanos, o deputado Emidio de Souza buscou combater a intolerância, a homofobia, o machismo e todas as formas de violência política e preconceito cobrando das autoridades policiais e judiciais a punição dos criminosos.

Autor de mais de 20 projetos de lei, conseguiu a aprovação de três deles, um beneficiando agentes de segurança com o passe livre no transporte público, outro criando uma política sustentável de fomento à produção e venda de veículos elétricos e um obrigando o estado a investir em proteção animal com passagens de faunas nas rodovias, mas faltou visão ao governador que acabou vetando as propostas.

Com sua atuação reconhecida nas urnas, Emidio espera retribuir a confiança trabalhando ainda mais e, junto com o presidente Lula, para reconstruir o Brasil, garantindo condições dignas de vida e dando voz e vez para a população.

Emidio de Souza nas redes: